Aprender a liderar com transparência em tempos de incerteza torna-se uma necessidade no contexto atual. Saiba como alcançá-lo.

A liderança sempre foi um grande desafio para organizações e pessoas que assumem funções de liderança. No entanto, os últimos anos trouxeram cenários nunca antes vivenciados pelas gerações atuais, o que nos deixa com o desafio de liderar com transparência em tempos de incerteza.

Agora, por que devemos liderar com transparência? O assunto é o seguinte. As organizações estão a implementar cada vez mais sistemas de trabalho e culturas organizacionais mais transversais e horizontais, o que torna urgente que os membros das equipas tenham uma visão clara da situação, definições precisas do objetivo pretendido e dados à mão.

Isso sempre foi reservado para equipes de líderes ou gerentes. Tradicionalmente, as informações compartilhadas eram parciais e mais focadas nas tarefas que eram exigidas dos colaboradores. Mas isso mudou.

As gerações atuais querem um trabalho no qual possam fazer parte e gerar impacto, e isso não acontece se não houver uma verdadeira transparência interna. Assim, liderar com transparência em tempos de incerteza é um requisito para novos líderes e uma oportunidade de desenvolvimento organizacional.

Por que liderar com transparência?


A transparência nos ajuda a tornar as equipes mais focadas. Reduz as dificuldades das hierarquias tradicionais e promove uma cultura de aprendizagem e inovação. E todas essas qualidades são justamente o que nos ajudam a ser mais adaptáveis ​​e competitivos em tempos de tanta incerteza e mudança.

O problema da transparência é visto frequentemente em grandes organizações, onde o tamanho das equipes dificulta a comunicação direta. No entanto, também podemos ver isso hoje em pequenas equipes e startups, já que o trabalho remoto acrescentou outro fator que complica as comunicações do dia-a-dia.

O que podemos fazer para alcançar a liderança com transparência?


Algumas recomendações que podemos implementar para alcançar a liderança com transparência podem ser:
– Documentar a visão, a estratégia e os objetivos: isso ajudará as pessoas a acessarem essas informações a qualquer momento e ajudarão a alcançar os objetivos organizacionais.
– Compartilhar internamente as ações que estão sendo tomadas para atingir os objetivos. Socializar as ações e suas mensurações ajudará todos a se informarem e abrirá a possibilidade de receber novas ideias que podem ajudar na realização.
– Realizar reuniões regulares com toda a organização. Espaços regulares em que todas as pessoas da organização se encontram e podem melhorar a comunicação geral, ter acesso às mesmas informações e conseguir ajustar o foco de suas ações.
– Explica constantemente como os objetivos estão sendo alcançados. A equipe precisa saber o que está sendo feito e como alinhar e agir.
– Criar uma cultura que permita que os funcionários se sintam seguros. A segurança psicológica é essencial para que eles possam dar o seu melhor e ter melhores resultados.
– Saiba quando compartilhar. Ser um líder transparente não significa ter que relatar tudo o tempo todo, mas sim jogar com as cartas na mesa. Encontre o melhor momento para fazê-lo de forma clara e eficaz.
Liderar não é e não será fácil, então fazê-lo honestamente pode ser uma oportunidade para nossas equipes se sentirem melhor e para obtermos o maior potencial de outras pessoas e de nós mesmos.