A implementação da transformação digital no ensino superior é uma tarefa cultural e tecnológica contínua. Mas isso não significa que não devemos nos informar sobre novas ferramentas digitais, pois, para implementar algo, precisamos primeiro saber o que precisamos.

É por isso que apresentamos algumas ferramentas ou tecnologias que foram implementadas em instituições de ensino superior.

  1. Aprendizagem da Análise

Grandes dados são utilizados principalmente nos negócios para prever e analisar o comportamento do consumidor ou do cliente.

Mas devido a seu grande desempenho, as instituições começaram a implementá-lo em suas atividades ou objetivos. Por exemplo, é utilizado na retenção de estudantes, apoio personalizado, hábitos de consumo em termos de entrada ou busca de material informativo, etc.

Além disso, com a ajuda das informações extraídas, os programas de treinamento podem ser feitos sob medida para estudantes, professores ou funcionários dessas instituições, seja usando Moodle, Blackboard, entre outros.

  1. Aprendizagem imersiva

Este tipo de aprendizagem permite aos estudantes entrar na realidade virtual, realidade aumentada, onde eles podem visualizar parte do mundo através de dispositivos tecnológicos que geram imagens em tempo real. Portanto, o estudante está imerso em situações reais.

Os estudantes estão envolvidos na metodologia Aprender Fazendo, que gera maior autonomia, capacidade de resolução e motivação.

A realidade aumentada está sendo de grande ajuda no campo educacional; por exemplo, pesquisadores da Universidade de Cambridge incorporaram esta tecnologia para ajudar crianças com autismo, envolvendo-as em jogos imaginativos.

  1. Cursos on-line

A transformação digital tem contribuído para que a educação tenha mais de um ponto de contato, permitindo aos estudantes treinar em instituições de outros países usando E-learning ou MOOCs, que permitem aos estudantes treinar constantemente, escolhendo em que assunto treinar, quando e como fazê-lo.

  1. Nuvem educativa

É um software criado para automatizar processos educacionais, com base na Arquitetura de Dados Educacional.

Este software ajuda os estudantes desde o processo de recrutamento e admissão até a conclusão de seus estudos, fornecendo aconselhamento acadêmico otimizado e personalizado; e, por sua vez, é útil para a instituição, pois permite que ela mantenha relações com doadores e parceiros corporativos.

  1. Ferramentas de avaliação

As instituições de ensino superior precisam de métricas para entender onde precisam melhorar seus processos, e é por isso que as ferramentas de avaliação são importantes, seja no desempenho de seu pessoal ou na eficácia de seus processos acadêmicos.

O Instituto HPI possui sistemas que são úteis para várias necessidades de avaliação, por exemplo; avaliação e desenvolvimento de competências para evitar o abandono escolar e aumentar as competências profissionais; avaliação de professores para melhorar a qualidade do treinamento; orientação vocacional; entre outros.

Finalmente, devemos entender que ainda existe uma grande lacuna entre o que as universidades querem alcançar e o que elas têm que adaptar à transformação digital. É um processo que envolve uma mudança cultural, uma mudança estrutural e, portanto, não apenas a implementação de ferramentas ou tecnologias.